quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Data-Base 2013: trabalhadores da EPTC ratificam Acordo




Os trabalhadores da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), exceto os agentes de fiscalização, aprovaram a proposta para o Acordo Coletivo de 2013. A decisão foi tomada nesta terça-feira (10), durante Assembleia Geral da categoria.

Na última reunião de mediação entre SEMAPI e EPTC, a desembargadora Rosane Serafini Casa Nova sugeriu uma nova proposta que diminuía a desigualdade de tratamento entre os agentes de fiscalização e os trabalhadores representados pelo Sindicato, que não foi aceita pela empresa. O texto que foi avaliado e aprovado foi o resultante da primeira rodada de mediação judicial, que tem os seguintes destaques:



- Pagamento de 30 vales alimentação/refeição suplementares no dia 10/12/2013, retroativos a junho
- Reajuste de 6,49% sobre os salários                                            
- Reajuste de 9,80% sobre o vale alimentação/refeição
- Reajuste de todas as demais cláusulas econômicas pelo índice de 6,49%
- Ampliação da concessão do vale alimentação/refeição: aumento para 120 dias nos casos de acidente do trabalho e nos casos de auxílio-doença decorrente de doença do trabalho, moléstia grave e doença crônica, bem como possibilidade de opção metade alimentação/metade refeição
- Auxílio-farmácia no valor de R$ 412, até quatro meses ao ano, para medicamentos e produtos ortopédicos/traumatológicos
- Abono Assiduidade: não perderá o direito o empregado nas hipóteses do art. 473 da CLT. O empregado que apresentar abonos de falta por motivo de doença a partir do 4º atestado perderá um dia de abono assiduidade, do 5º dois e assim sucessivamente
- Concessão da segunda folga dupla sem a compensação de carga horária (válida a partir da assinatura do Acordo)
- Criação de Comissão com representação do Sindicato para estudo da viabilidade de implantação de previdência complementar privada
- Contratação de consultoria que realizará a revisão e elaboração de proposta para um plano de carreira para a EPTC e posterior implantação
- Inclusão no acordo do adicional por tempo de serviço (biênio)
- Aumento do auxílio-funeral para R$ 5.180,88



segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Data-Base 2013: EPTC tem novo prazo para proposta e deve pagar diferenças

Na tarde da quinta-feira (14) ocorreu mais uma reunião de mediação entre SEMAPI e a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC). Conforme acordado no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), a empresa tem até o dia 29 de novembro para dar um retorno ao Sindicato e aos trabalhadores sobre a proposta construída no encontro.


A EPTC havia indicado o pagamento de 30 vales alimentação/refeição suplementares retroativos a junho de 2013. O Sindicato considerou que a proposta não atendia decisões anteriores da assembleia dos trabalhadores e ficava bem abaixo do sugerido na última mediação: 10 vales alimentação/refeição mensais a partir de 1º de janeiro de 2014, vigência do Acordo Coletivo de 2 anos, e em maio de 2014, reajuste salarial considerando o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acrescido de 0,25%.

Na audiência, a desembargadora Rosane Serafini Casa Nova ressaltou a importância de tratar de forma igualitária todos os trabalhadores. De acordo com ela, valorizar os servidores repercute diretamente no trabalho na empresa. Foi então sugerido um novo parecer: o pagamento de mais 30 vales alimentação/refeição suplementares até 30/03/2014 ou 15 vales com pagamento em março e mais 15 em maio de 2014. Os representantes da EPTC disseram que consultarão novamente a Prefeitura.



 Além disso, ficou acertado: a vigência do Acordo Coletivo de um ano, a renovação na integralidade do Acordo anterior com adaptações, melhorias e novas cláusulas acordadas em 2013. Também ficou determinado, independente da data de assinatura do Acordo: o pagamento atualizado dos salários (reajuste de 6,49%), dos vales alimentação (reajuste de 9,80%) e de todas as cláusulas com repercussão financeira (reajuste de 6,49%) na folha de novembro, além do pagamento dos retroativos com valores atualizados até 10 de dezembro, quando também devem ser pagos os 30 vales suplementares já propostos pela empresa.

O SEMAPI destacou na reunião que espera que a empresa confirme a aceitação da proposta, diminuindo a diferença de tratamento em comparação com os agentes de trânsito, que receberam um adicional de risco de vida de 5%.


quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Data-Base 2013: Nova audiência de mediação ocorre dia 14

Foto da última reunião de mediação


Para restabelecer a verdade dos fatos, comunicamos aos trabalhadores da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) que está confirmada nova audiência entre SEMAPI e a gestão da empresa. A reunião ocorrerá no dia 14/11, às 14h30, no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), localizado na Av. Praia de Belas, 1100, 5º andar, na capital.

No último e-mail encaminhado pela presidência da EPTC aos servidores, foi comunicado que o Sindicato deveria submeter a proposta apresentada à apreciação da categoria e que não ocorreria nova audiência. Na verdade, a desembargadora marcou nova reunião de mediação para que ela possa verificar se o que a EPTC está apresentando realmente minimiza a diferenciação que a empresa está praticando com seus funcionários.

Para quem quiser verificar o andamento do processo nº 0021374-85.2013.5.04.0000, basta acessar a página do TRT (link abaixo). Como a audiência é pública, convidamos os trabalhadores que puderem a participar desta reunião.


terça-feira, 15 de outubro de 2013

EPTC tem dez dias para diminuir a desigualdade entre trabalhadores



Conforme decisão do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) tem 10 dias para consultar novamente o Comitê de Política Salarial do município e diminuir a desigualdade entre os agentes de fiscalização e a categoria representada pelo SEMAPI, buscando o fechamento da negociação coletiva deste ano. A orientação é da desembargadora Rosane Serafini Casa Nova, que participou da reunião de mediação entre o Sindicato e a instituição pública nesta terça-feira (15), em Porto Alegre.

Na audiência, a gestão da empresa teve que explicar porque os agentes de fiscalização receberam benefícios que não foram concedidos aos demais trabalhadores. A negociação começou em abril e diversas reuniões foram realizadas, nas quais não se avançava em valores de índice porque, de acordo com a gestão da empresa, não havia nenhuma resposta da prefeitura.



De acordo com a EPTC, o pedido do SEMAPI de 5 vales alimentação/refeição suplementares ao mês foi negado pela Prefeitura da capital, enquanto os agentes de fiscalização receberam o adicional de risco de vida de 5% porque o acordo coletivo com a categoria foi fechado antes, quando o cenário econômico da prefeitura era outro completamente diferente.

Na visão da desembargadora, é aparente a disparidade de tratamento com relação aos funcionários da EPTC, e não é saudável para uma empresa fazer diferenciação entre seus trabalhadores. Para a representante do TRT, ninguém tem motivação vendo o colega ao lado ganhar mais, o que  acaba corrompendo as relações dentro da empresa.

Fundamentada em tudo que foi exposto, a desembargadora sugeriu o pagamento de 10 vales alimentação/refeição mensais a partir de 1º de janeiro de 2014, a vigência do Acordo Coletivo de 2 anos, e em maio de 2014, um reajuste salarial considerando o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acrescido de 0,25%. O SEMAPI vai aguardar nova manifestação da EPTC junto ao TRT para fazer avaliação em Assembleia Geral com os trabalhadores.




segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Data-Base 2013: Mediação judicial entre SEMAPI e EPTC acontece nesta terça-feira (15)

Nesta terça-feira (15), às 14h30, acontece a mediação judicial entre SEMAPI e a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), localizado na Av. Praia de Belas, 1100, 6º andar, na capital. O encontro tem como objetivo tentar resolver a situação criada pela EPTC, que está privilegiando os agentes de fiscalização, oferecendo vantagens salariais apenas para esses servidores.

Esta intermediação foi uma decisão dos trabalhadores da EPTC durante a última assembleia, quando a proposta da empresa para a Data-Base deste ano foi novamente recusada pela maioria da categoria. Ao longo de toda a negociação, os trabalhadores representados pelo SEMAPI se mostraram indignados pela falta de consideração e de reconhecimento por parte da direção empresa com esta categoria que constitui mais da metade do quadro funcional da EPTC. O SEMAPI espera que a gestão da EPTC compareça à audiência, que é pública, portanto, todas as pessoas interessadas podem participar.

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Data-Base 2013: Trabalhadores da Hoepers aprovam proposta de reajuste



Cerca de 200 trabalhadores da empresa Hoepers compareceram, na tarde desta quinta-feira (10), à Assembleia Geral Extraordinária convocada pelo SEMAPI. No encontro, foi aprovado por ampla maioria de votos o reajuste proposto para os vales alimentação/refeição e para o piso salarial da categoria.

A negociação destes valores foi realizada em separado com o restante do setor privado nesta Data-Base porque a Hoepers tem uma questão diferenciada, ela paga aos empregados que trabalham 6h/dia um salário maior que o convencionado e um vale alimentação/refeição menor. Como o valor dos vales tem subido muito mais que o salário, o Sindicato pediu para que fosse feita uma negociação diretamente com a empresa para evitar perdas para os trabalhadores.

Durante o encontro, diversas pessoas fizeram questionamentos e esclareceram dúvidas comuns a muitos trabalhadores. O SEMAPI aproveitou a ocasião para distribuir material informativo e convidar os presentes a participar das reuniões de negociação, enfatizando que juntos somos mais fortes e fazemos a diferença.



Confira o que foi aprovado:

- piso fixo integral para quem trabalha 6h/dia:
R$798 retroativo a maio
R$804 a partir de outubro

- vale alimentação/refeição para quem trabalha 6h/dia:
R$129,60 ao mês, retroativo a maio
R$144 ao mês, a partir de novembro




sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Data-Base 2013: Trabalhadores da EPTC rejeitam proposta e encaminham mediação judicial

A proposta para o Acordo Coletivo de Trabalho deste ano foi reprovada novamente pelos trabalhadores da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC). A decisão foi tomada pela maioria dos presentes na Assembleia Geral da categoria realizada na noite desta quinta-feira (3), na sede do SEMAPI.



Antes de ser feita a apreciação da proposta, o SEMAPI resgatou pontos importantes desta negociação, fazendo um breve relato de tudo o que havia sido feito para tentar melhorar o que foi proposto à categoria. O departamento jurídico do Sindicato também fez alguns esclarecimentos e os trabalhadores puderam fazer perguntas e apontamentos.



Após horas de intenso debate, a maioria dos trabalhadores optou pela reprovação da proposta. Durante o encontro, ficou decidido que o SEMAPI irá fazer um pedido de intermediação junto ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT) para tentar resolver este impasse em que a direção da EPTC privilegia acintosamente os agentes de fiscalização, oferecendo vantagens salariais apenas para esses servidores. Ao longo de toda a assembleia, os funcionários manifestaram sua forte indignação com a direção da EPTC, que em declarações na imprensa tem ignorado a existência dos trabalhadores representados pelo SEMAPI. O Sindicato convoca todos os trabalhadores desde já para possíveis mobilizações que venham a ser feitas. A hora é agora!

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Data-Base 2013: SEMAPI convoca assembleia da EPTC

O SEMAPI convoca os trabalhadores da Empresa Pública de Transportes e Circulação (EPTC), exceto os agentes de trânsito, para a Assembleia Geral de apreciação de proposta para o Acordo Coletivo de Trabalho de 2013. O encontro acontece na próxima quinta-feira (3), às 18h30, na sede do Sindicato (Rua Lima e Silva, 280 – Porto Alegre).


Depois de cinco meses de negociações, com várias ações de mobilização da categoria e diversas tentativas de melhorar a proposta apresentada pela gestão da empresa, inclusive com encontros entre representantes do Sindicato e da Prefeitura da capital, a proposta que será avaliada não evoluiu em relação à oferecida anteriormente. Na assembleia os trabalhadores deverão deliberar sobre a proposta e possíveis novas formas de mobilização.


terça-feira, 24 de setembro de 2013

Reajuste das Fundações e UERGS será creditado na folha de setembro

Nesta terça-feira (24), o SEMAPI acertou com a Secretaria da Fazenda que os trabalhadores das Fundações e da UERGS receberão o reajuste salarial de 8%, acordado na Data-Base deste ano, já no mês de setembro. Isso porque os recursos para estes pagamentos são provenientes diretamente do Tesouro do Estado. As diferenças retroativas de junho a agosto deverão ser pagas na folha suplementar em outubro.

No caso dos servidores da ASCAR-EMATER/RS, os recursos são repassados através de convênio com o governo do Estado. Por isso, há a necessidade de um termo aditivo ao convênio, embora os recursos já estejam garantidos pela negociação com o SEMAPI. Assim, a folha de setembro virá sem o reajuste e as diferenças de junho a setembro serão pagas em folha suplementar em outubro, após a assinatura do termo aditivo.

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Data-Base 2013: Aprovada proposta para a Convenção Coletiva do Setor Privado




Os trabalhadores do Setor Privado aprovaram a proposta para a Convenção Coletiva de Trabalho 2013. A decisão foi tomada na noite desta quarta-feira (18), durante Assembleia Geral da categoria, realizada no auditório do SEMAPI, em Porto Alegre.

No encontro, o Sindicato apresentou detalhadamente a proposta que foi construída após diversas reuniões de negociação com os sindicatos patronais, o SESCON-RS e o SINDAT-RS. Muitos trabalhadores estiveram presentes e puderam esclarecer algumas dúvidas junto à diretoria e à assessoria jurídica do SEMAPI e, ao final, escolheram aprovar a proposta apresentada.

O SEMAPI salientou a importância da participação dos trabalhadores nas negociações e afirmou que, quando nos organizamos e mobilizamos, conseguimos pressionar mais os patrões e avançar nos objetivos propostos. A diretoria agradeceu o interesse de todos e destacou que a união faz mesmo a força. Também aproveitou para informar que o Sindicato está sempre de portas abertas para atender toda a categoria.





Veja os principais pontos da proposta aprovada:

- reajuste salarial geral de 8,5%, retroativo a maio de 2013
- reajuste nos pisos escalonado:
      - 8,3% retroativo a maio de 2013
      - novo aumento em outubro de 2013, totalizando um ganho de 9,1% na comparação com maio de 2012

- vale alimentação/refeição      
         - R$12 retroativo a maio de 2013 (equivalente a 9,1% na comparação com novembro de 2012)

      - R$12,50 a partir de novembro de 2013 (equivalente a 13,6% na comparação com novembro de 2012)
       *vales acima do valor mínimo, reajuste de 8,5% sobre novembro de 2012

- vales para jornada de 6h diárias: R$11,35 retroativo a maio e R$11,85 a partir de novembro .

- auxílio-rancho - 60,00

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Data-Base 2013: Trabalhadores do Setor Público aprovam proposta para a Convenção Coletiva



Por ampla maioria de votos, foi aprovada a proposta para a Convenção Coletiva de Trabalho 2013 do Setor Público (Fundações, EGR, ASCAR-EMATER/RS e UERGS). A decisão foi tomada pelos trabalhadores na tarde desta terça-feira (17), durante Assembleia Geral da categoria.

Muitos servidores, inclusive vindos do interior do Estado, lotaram o salão de eventos da Igreja Pompéia, na capital, para avaliar a proposta apresentada pelo governo do Estado após sete reuniões de negociação com o SEMAPI. No evento, o Sindicato fez uma exibição explicando os itens a ser votados. Também foram abertos espaços para esclarecimentos e considerações sobre o que foi apresentado. No final, a categoria optou pela aprovação da proposta.

A Data-Base 2013 teve momentos de muita tensão: por diversas vezes, o governo deu por encerradas as negociações. Porém, o SEMAPI, juntamente com a força e a mobilização de sua categoria, conseguiu retomar a negociação e construir uma proposta melhor do que a oferecida inicialmente. Foram conquistados alguns avanços importantes: para as Fundações, a garantia de prazo para a implantação dos Planos de Empregos, Funções e Salários (PEFS); e para a ASCAR-EMATER/RS, o estabelecimento de comissão paritária para a reformulação do PCS e de um percentual mínimo de 15% de promoções ao ano.

Confira os principais pontos da redação que foi aprovada:

               REAJUSTE SALARIAL (FUNDAÇÕES, UERGS, ASCAR/EMATER):
8% incidente sobre salários de maio/2013, a partir de 1º de junho 2013
Exceto Empresa Gaúcha de Rodovias (só ganho real)
INPC do Período: 6,95%
Ganho Real: 0,98%

               DISPENSA EM DIA DE PAGAMENTO (FZB):
Foi mantida para a FZB a dispensa de seus empregados com carga horária de 40h que laboram no Parque Zoológico, por meia jornada normal diária de trabalho, nos dias de pagamento do salário, sem prejuízo da remuneração das horas correspondentes.

               QUEBRA DE CAIXA (FUNDAÇÕES, UERGS, ASCAR/EMATER e EGR):
Reajustado de R$100 para R$ 135 mensais, estendendo para a UERGS, aos empregados detentores de “conta pública” para recebimento e movimentação de numerário, limitada a um empregado por Unidade.

               AUXÍLIO- RANCHO (FUNDAÇÕES e UERGS):
 15 vales.
 Valor atualizado: R$ 315

               AUXÍLIO-REFEIÇÃO/ALIMENTAÇÃO (FUNDAÇÕES, UERGS, ASCAR/EMATER e EGR):
 24 vales para FASE e FPE (R$ 504)
 22 vales para as demais (R$ 462)
 Valor: R$ 21.
Reajuste de 12,18%

               ABONO NATALINO/AUXÍLIO RANCHO SUPLEMENTAR (FUNDAÇÕES, UERGS, ASCAR/EMATER e EGR):
22 vales refeição/alimentação
Valor: R$ 462
Pagamento: 20 de dezembro
Reajuste de 23,4%

               VALE-TRANSPORTE EM ESPÉCIE:
Taquari (FPE), Novo Hamburgo (FASE) e Parque Zoológico (FZB).  .
UERGS: Frederico Westphalen, Cidreira (noite), Santa Cruz do Sul (noite), Sananduva, Encantado (Noite).
Erechim, Novo Hamburgo, Osório, Tapes: manhã, tarde e noite.

               AUXÍLIO-EDUCAÇÃO INFANTIL (FUNDAÇÕES, UERGS, ASCAR/EMATER e EGR):
 Valor: R$ 300
Até o final do ano em que o filho completar 7 (sete) anos de idade.
 Retirada da exigência de frequência no período de recesso escolar.
Reajuste no percentual de 14,07%

               PLANO DE SAÚDE (FUNDAÇÕES e UERGS):
Mantidas as condições atuais para planos privados e IPE, com ajustes na redação visando a melhoria da administração dos mesmos, junto às associações e fundações.

              PLANO DE SAÚDE (ASCAR/EMATER):
A ASCAR/EMATER contribuirá mensalmente ao Fundo de Saúde, com percentual de 3,8% sobre a folha dos participantes, limitado a 50% do custo total das despesas com o Plano de Saúde.
Incremento de 18,75% no percentual (atual 3,2%)

               AUXÍLIO-FUNERAL (FUNDAÇÕES, UERGS, ASCAR/EMATER e EGR):
Valor: R$ 3.087,00.
Reajuste de 15,62%

               SEGURO DE VIDA EM GRUPO (FUNDAÇÕES, UERGS e ASCAR/EMATER):
Valor: R$ 12.258,00 por morte natural.
R$ 24.516,00 por morte acidental ou invalidez por acidente ou doença.
Reajuste no percentual de 8%

               PLANOS DE CARREIRA:
As empresas integrantes da categoria econômica se comprometem, quando da instituição e/ou revisão dos seus atuais Planos de Carreira, a executá-la através de Comissão Paritária constituída de representantes do sindicato profissional ora acordante e da entidade empregadora. (ASCAR/EMATER).
Planos de Empregos, Funções e Salários da FASE, FPE, FGTAS, FEPAM e FEE: compromisso de encaminhamento à Assembleia Legislativa, em regime de urgência, até novembro de 2013.
Planos de Empregos, Funções e Salários da FADERS, FAPERGS, CIENTEC, METROPLAN e FTSP: compromisso de encaminhamento à Assembleia Legislativa, em regime de urgência, até março 2014.

               PROMOÇÕES (ASCAR/EMATER):
Deferir o que segue: “Fica alterado no item 8.2.2.1 Progressão Horizontal do Plano de Cargos e Salários, o texto do primeiro parágrafo, passando de “a progressão salarial sem alteração do cargo ou progressão horizontal é concedida anualmente, no mês de janeiro, no máximo em 30% (trinta por cento) dos servidores, alternadamente em função do mérito e da antiguidade” para “a progressão salarial sem alteração do cargo ou progressão horizontal é concedida anualmente, no mês de janeiro, no mínimo em 15% (quinze por cento) e no máximo em 30% (trinta por cento) dos servidores, alternadamente em função do mérito e da antiguidade.”

               LIBERAÇÃO PARA PARTICIPAÇÃO EM CURSOS (ASCAR/EMATER):
Liberação para participação em congressos, cursos ou atividades formativas do SEMAPI.

               LIBERAÇÃO DOS DIRETORES DO SINDICATO:
 Além das liberações atuais das Fundações e ASCAR-EMATER/RS, foi agregada a liberação de um diretor do Sindicato, trabalhador da UERGS.

               ANTIGOS EMPREGADOS DA CORLAC (INCORPORADOS ÀS FUNDAÇÕES):
Concessão de 5% de reajuste salarial compensatório de perdas passadas, sem prejuízo ao deferido na cláusula 97(reajuste salarial de 8%).

               AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO (FUNDAÇÕES e UERGS):
 Compromisso de regulamentar por decreto a sistemática de concessão de promoções da FASE, FPE, FZB, FGTAS e FDRH até novembro 2013.

               BANCO DE TRANFERÊNCIA (UERGS):
 Compromisso de publicação permanente no site da UERGS, critérios adotados e relação dos inscritos em ordem de preferência.

               HORAS TRABALHADAS EM DIAS DE REPOUSO, FERIADOS E PONTOS FACULTATIVOS (ASCAR/EMATER):
Os repousos, feriados e pontos facultativos trabalhados quando não compensados deverão ser pagos com adicional de 100% (cem por cento) sobre a hora laborada, já incluída a dobra da lei.

               LICENÇA PARA ACOMPANHAMENTO DE PESSOAS DA FAMÍLIA (FUNDAÇÕES, ASCAR/EMATER e UERGS):

Além do abono de faltas ao serviço para acompanhamento a consultas, exames, internações hospitalar, foram incluídos também os procedimentos ambulatoriais. Sendo estendido este acompanhamento para irmãos e irmãs, além dos familiares já existentes na cláusula.

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Data-Base 2013: SEMAPI convoca trabalhadores do Setor Privado para assembleia

Ocorreu na tarde desta sexta-feira (13) mais uma reunião de negociação entre SEMAPI e SESCON-RS, dentro da Data-Base 2013. O SEMAPI conseguiu importantes avanços em relação à última proposta patronal apresentada, que serão levados à apreciação da assembleia, marcada para o dia 18 de setembro, às 19h, na sede do SEMAPI (Rua General Lima e Silva, 280 – Porto Alegre).



Convocamos todos os trabalhadores do Setor Privado a participarem desta assembleia para conhecer melhor a proposta, sanar possíveis dúvidas e deliberar sobre o que está sendo apresentado. Participe!

Veja os principais pontos apresentados:

- reajuste salarial geral de 8,5%, retroativo a maio de 2013

- reajuste nos pisos escalonado:
          - 8,3% retroativo a maio de 2013
      - novo aumento em outubro de 2013, totalizando um ganho de 9,1% na comparação com maio de 2012

- vale alimentação/refeição      
         - R$12 retroativo a maio de 2013 (equivalente a 9,1% na comparação com novembro de 2012)

      - R$12,50 a partir de outubro de 2013 (equivalente a 13,6% na comparação com novembro de 2012)

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Data-Base 2013: SEMAPI mobiliza assembleia do Setor Público para dia 17




Foi aprovada pelo Fórum de Representação de Base do SEMAPI a realização da Assembleia Geral para votar as proposições da Convenção Coletiva de Trabalho 2013 para as Fundações, UERGS, EGR e ASCAR-EMATER/RS. A decisão foi tomada nesta sexta-feira (6), quando representantes de todo o Estado definiram o dia 17 de setembro como data para que ocorresse a Assembleia.

Apesar de o governo classificar a sua proposta como derradeira, ontem, durante a reunião de negociação, o SEMAPI indicou pontos importantes que precisavam ser revistos. O Sindicato então vai pressionar o Estado para que estas alterações sejam feitas até a data da Assembleia, agendada para o dia 17 de setembro, às 14h, no salão da Igreja Pompéia (Rua Dr. Barros Cassal, 220 - Porto Alegre). O SEMAPI convoca todos os trabalhadores a participar e conhecer melhor a proposta para poder deliberar sobre ela. Vamos manter a nossa mobilização. A hora é agora!



Confira a proposta final apresentada:

 - reajuste salarial de 8%, índice aplicado a todas as cláusulas com repercussão financeira, retroativo a 1º de junho

- 24 vales alimentação/refeição de R$21 para os servidores da FASE e FPE e 22 vales de mesmo valor para as demais instituições

- abono natalino equivalente a 22 vales alimentação de R$ 21

- auxílio-creche de R$300 para filhos até 7 anos

- quebra de caixa de R$135, incluindo também a UERGS

- vale transporte em pecúnia, além do previsto atualmente, para os trabalhadores da UERGS de Osório, Novo Hamburgo, Tapes e Erechim (os três turnos)

- acréscimo salarial de 5% para os trabalhadores da extinta Corlac incorporados às Fundações

- encaminhamento para votação na Assembleia Legislativa em regime de urgência dos Planos de Empregos, Funções e Salários (PEFS) da FEPAM, FASE, FPE, FGTAS e FEE até novembro deste ano. FADERS, FAPERGS, CIENTEC, METROPLAN e FTSP deverão ter seus planos encaminhados para votação em regime de urgência até março de 2014

- comissão paritária para elaborar o Plano de Cargos da ASCAR-EMATER/RS

- aumento da participação da ASCAR-EMATER/RS no Fundo Assistencial de Saúde de 3,2% para 3,8% sobre o total do salário dos participantes

- manutenção da dispensa de um turno dos trabalhadores da FZB que trabalham no Parque Zoológico nos dias de pagamento de salário

- liberação dos trabalhadores da EMATER para participar de atividades sindicais formativas

- garantia de transparência via site no banco de transferências da UERGS

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Data-Base 2013: SEMAPI dá prazo até amanhã para governo melhorar proposta



Ocorreu na tarde desta quinta-feira (5) mais uma rodada de negociação entre SEMAPI e o governo do Estado, pela Data-Base 2013. Sindicato e trabalhadores consideraram que o governo avançou na sua proposta, mas que há pontos essenciais que ainda precisam ser melhorados.


O SEMAPI destacou os itens positivos da proposta oferecida, mas listou outras questões que são importantes para a categoria e que precisam ser aperfeiçoadas. O governo afirmou que fará um esforço para analisar melhor os apontamentos feitos pelo Sindicato e encaminhará uma nova proposta na manhã desta sexta-feira (6).


O Fórum de Representação de Base do SEMAPI foi convocado e se reunirá também na sexta para avaliar as proposições do Estado. Após o recebimento da nova proposta e da apreciação do Fórum, será divulgada aos trabalhadores a nova redação.




Data-Base 2013: trabalhadores pressionam por mais avanços na proposta do setor privado

Os trabalhadores do setor privado lotaram o auditório do SESCON-RS, nesta quarta-feira (4), para acompanhar mais uma reunião de negociação entre SEMAPI e o sindicato patronal. No encontro, foi feita uma contraproposta que ainda não satisfaz as necessidades da categoria.



Entre os destaques apresentados pelos patrões está o reajuste salarial de 8,23%, auxílio-rancho de R$60, vale alimentação/refeição de R$11,80 retroativo a maio e R$12 para novembro. O SEMAPI ressaltou que é preciso avançar mais para que a categoria se sinta realmente contemplada e reiterou temas que são fundamentais para os trabalhadores, como o aumento nos pisos e salários, o auxílio-creche e o aumento nos vales alimentação/refeição, entre outros.


Representantes do SINDAT também participaram do encontro. Uma nova reunião foi agendada para o dia 13 de setembro, às 15h30, na sede do SESCON (Rua Augusto Severo, 168 – Porto Alegre), quando o sindicato patronal deverá dar um retorno  aos apontamentos feitos pelo SEMAPI. Convidamos todos a participar mais uma vez dessa negociação, pois juntos somos mais fortes. A hora é agora!


quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Data-Base 2013: SEMAPI e governo do Estado negociam novamente nesta quinta


Nesta quinta-feira (5), acontece mais uma rodada de negociação entre SEMAPI e o governo do Estado dentro da Data-Base 2013. A reunião ocorre às 15h, na sede do SESCON-RS (Rua Augusto Severo, 168 – Porto Alegre).

O Sindicato está organizando roteiros de ônibus na capital para levar os trabalhadores interessados em participar até o SESCON. Converse com o representante de base no seu local de trabalho para mais informações. Contamos com o apoio de todos para que esta negociação represente de fato avanços. A hora é agora!

Roteiro de ônibus até o SESCON-RS

roteiros
HORÁRIO
ENDEREÇO
Zona Sul/Menino Deus
Cruzeiro (FASE)
Padre Cacique (FASE)
EMATER
FPE


13h10
13h20
13h40
14h

Cristal – Capivari, 2020
Padre Cacique, 1372
Botafogo, 1051
São Manoel, 2096

Centro/Cidade Baixa
FADERS
FEPAM/FAPERGS
CIENTEC
SEMAPI


13h15
13h30
13h50
14h

Rua Duque de Caxias, 418
Borges Medeiros, 261
Washington Luiz, 675
Rua Lima e Silva, 280



quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Data-Base 2013: governo marca passo e negociação empaca

O governo do Estado mais uma vez demonstrou descaso com os trabalhadores ao apresentar, nesta quarta-feira (28), praticamente a mesma proposta da rodada de negociação anterior. Esta leitura foi feita pelo SEMAPI e pelos servidores que acompanharam a reunião.



O SEMAPI destacou que esta proposição sequer será levada para apreciação do Fórum de Representação de Base, porque não houve por parte do governo nenhuma resposta com relação ao que foi demandado na reunião anterior e construído junto com os representantes do Sindicato. Assim, o SEMAPI ratificou sua contraproposta e pediu sensibilidade ao governo para perceber que as instituições têm o mesmo peso e devem ser valorizadas de forma igualitária.

O Sindicato reiterou a necessidade de criar um cronograma de ação para que os planos de empregos sejam apreciados na Assembleia Legislativa o mais rápido possível, visto que mesmo os que eram compromissos da Data-Base de 2012, até hoje ainda não foram implementados. O SEMAPI manteve sua proposta de que os planos sejam avaliados em regime de urgência ainda neste ano, sendo que os planos da FPE, FASE, FEE, FEPAM e FGTAS já estejam protocolados na Assembleia Legislativa até 1º de novembro, e as demais fundações até 31/12.


Também foi destacada a importância do vale em pecúnia para os trabalhadores da UERGS de Tapes e Erechim e da FASE de Santo Ângelo e Santa Maria, e também foi defendida a mesma contraproposta quanto aos vales alimentação/refeição: 28 para os servidores da FASE e FPE e 26 para os demais, ambos no valor de R$22. Novamente, foi frisada a importância do aumento no ganho real de 6% para a categoria, e do adicional para os auxiliares de enfermagem da FASE e FPE, corrigindo distorções de salário.

Com relação ao avanço de um nível salarial compensatório para os trabalhadores da ASCAR-EMATER/RS, o SEMAPI fez um contraponto e pediu que fosse concedido pelo menos para os trabalhadores com mais de 5 anos de casa. Foi reiterada também a importância da concessão de um acréscimo salarial de 10% para os trabalhadores da extinta Corlac incorporada às Fundações, bem como do auxílio-creche de R$300 e da dispensa para acompanhamento de pessoas da família para casos de procedimento ambulatorial e cuidado domiciliar.



Uma nova reunião foi agendada para o dia 5 de setembro, às 15h, na sede do SESCON-RS (Rua Augusto Severo, 168 – Porto Alegre) para que o governo possa analisar os apontamentos feitos pelo SEMAPI e apresentar uma nova proposta para a categoria. Precisamos mais uma vez do apoio de todos para que esta negociação represente de fato avanços para todos os trabalhadores. A hora é agora!



Confira os principais pontos da proposta do governo:

- reajuste salarial de 8%, índice aplicado a todas as cláusulas com repercussão financeira, retroativo a 1º de junho (exceto para os novos trabalhadores da EGR)
- 24 vales alimentação/refeição de R$20,22 para os servidores da FASE e FPE e 22 vales de mesmo valor para as demais instituições
- comissão paritária para elaborar o Plano de Cargos da ASCAR-EMATER/RS
- manutenção da dispensa de um turno dos trabalhadores da FZB que trabalham no Parque Zoológico nos dias de pagamento de salário
- liberação dos trabalhadores da EMATER para participar de atividades sindicais formativas 
- encaminhamento para votação na Assembleia Legislativa dos Planos de Empregos, Funções e Salários (PEFS) da FEPAM, FASE, FPE, FGTAS e FEE até novembro deste ano. As demais fundações deverão ser encaminhadas para votação até março de 2014
- vale transporte em pecúnia para os trabalhadores da UERGS de Osório e Novo Hamburgo, ambos os três turnos
- diminuir de 130% para 100% o adicional para os servidores da ASCAR-EMATER, relativo às horas que foram trabalhadas em dias de repouso, feriados e pontos facultativos, e não foram compensadas