segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Data-base 2017: setor público aprova nova proposta


Depois de propor a unificação da negociação do setor público e do setor privado, o SESCON voltou atrás, obrigando o SEMAPI a convocar uma nova assembleia da categoria, realizada na tarde desta segunda-feira (16/10). A proposta, que havia sido ofertada pelo SESCON, foi aprovada por ampla maioria, e unificava a data-base e os índices de reajuste salarial para as duas categorias.

Depois da confusão do sindicato patronal, restou ao SEMAPI colocar em votação as novas propostas para o setor público (UERGS, EGR, Fundações e ASCAR-EMATER/RS): data-base retroativa a junho (que já era a referência da categoria) e reajuste nos salários e nas cláusulas financeiras de 100% do INPC de junho. O SESCON assumiu que o erro foi deles, mas ressaltou que a formalização em assembleia era imprescindível para que não se perdesse o que foi negociado.

Agora, a pauta aprovada vai de volta para o SESCON colocar no mediador o mais rápido possível. A urgência da assembleia foi exatamente para que o pagamento dos reajustes se efetivem com a maior brevidade possível. Lamentamos pelo episódio e agradecemos a compreensão, especialmente daqueles e daquelas que se fizeram presentes.














quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Data-Base 2017: SEMAPI continua a negociar com EPTC



Na manhã da terça-feira (9/10), o SEMAPI esteve reunido com a direção da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) para negociar a data-base 2017 da categoria (excetuando os agentes de fiscalização). No encontro, foram debatidas algumas cláusulas reivindicadas por trabalhadores e trabalhadoras.


O SEMAPI reiterou que a manutenção das cláusulas sociais já negociadas seja levada ao Comitê de Despesa com Pessoal. Um novo encontro deve ocorrer na próxima semana para continuar as tratativas da negociação deste ano. 

Data-Base 2017: SESCON volta atrás e SEMAPI convoca nova assembleia


Em assembleia realizada nesta semana, o SESCON-RS não aceitou unificar a data-base do setor público e do setor privado negociada com o SEMAPI. A proposta partiu do próprio sindicato patronal, que, ao voltar atrás, obriga nossa categoria a se reunir novamente em assembleia para as deliberações necessárias.


O encontro ficou marcado para o dia 16 de outubro, às 14h, no salão da igreja Pompeia (Rua Barros Cassal, 220, POA), apenas para os servidores do setor público. Apesar da falta de comprometimento do SESCON, o SEMAPI cumprirá todos os trâmites necessários para garantir a data-base da categoria.

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Data-Base 2017: começa negociação com a EPTC


Depois de muita insistência, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) finalmente marcou a primeira reunião de negociação com o SEMAPI. O encontro ocorreu na tarde da terça-feira (26/09), na sede da empresa, e contou com a participação de representantes do sindicato, da prefeitura e de trabalhadores e trabalhadoras.

Na ocasião, a EPTC informou os parâmetros desta negociação, destacando que as medidas tomadas deverão passar antecipadamente pelo Comitê de Despesa de Pessoal. O SEMAPI apresentou a pauta com as reivindicações da categoria, composta de cláusulas mantidas e melhoradas (com reajustes salariais e nos vales). As cláusulas novas serão debatidas num momento posterior.

Uma nova reunião de negociação deve ser realizada, com data a ser definida pela empresa. Convidamos desde já toda a categoria para acompanhar as tratativas. Participe!


quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Data-Base 2017: Assembleia da categoria do Sinfac acontece nesta sexta (29)

Na próxima sexta-feira (29/09), às 18h30, acontece assembleia dos trabalhadores e trabalhadoras de todas as empresas que atuam nos segmentos de securitizadoras de recebíveis empresariais, financeiro, agronegócios e imobiliários e consultorias especializadas em Fundos de Investimentos em Direitos Creditórios do Estado. No encontro, que será realizado na sede do SEMAPI (Rua Lima e Silva, 280, POA), será colocada em votação a pauta com as reivindicações da categoria.

Este é o primeiro ano em que o SEMAPI negocia a data-base destes funcionários. A negociação acontece com o Sindicato das Sociedades de Fomento Comercial - Factoring do Estado do Rio Grande do Sul (SINFAC-RS), entidade que representa os patrões. Participe!


sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Data-base 2017: Aprovada proposta para a Convenção Coletiva de Caxias e Serra Gaúcha


Foi aprovada a proposta para a Convenção Coletiva de Trabalho para os trabalhadores e trabalhadoras do setor privado da Serra Gaúcha e Caxias do Sul. A decisão foi tomada em assembleia da categoria no dia 19 setembro de 2017.

O SEMAPI está comunicando a decisão via ofício ao SESCON SERRA GAÚCHA, que é o sindicato patronal com o qual negociamos. Foi acordado que o pagamento dos retroativos deve ser feito até a folha de outubro de 2017 (a ser pago em novembro) e, a partir de agora, as empresas já podem aplicar os reajustes nos salários dos funcionários.


Confira os principais pontos da proposta aprovada:

- Reajuste salarial privado: 4% nos pisos;

- 3,99% para os salários acima dos pisos (100% do INPC/data-base maio);

 *Pagamento retroativo à data-base;


- Vale refeição: 4% retroativo à data-base + 2% em outubro, totalizando 6%

- *Retroativos deverão ser pagos na folha de outubro

 - Compromisso de voltar a negociar em 31/10 o fracionamento de férias e compensação de jornada, a prevalência do acordo coletivo sobre acordos individuais e o acompanhamento das rescisões pelo SEMAPI (questões que precisam ser acertadas devido à reforma trabalhista). Também serão debatidos: auxílio-creche, dispensa para exame de mama e próstata (setor privado), além de outras demandas.

 - Todas as demais cláusulas sociais serão mantidas até a data-base de 2018.
 

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Data-base 2017: Aprovada proposta para a Convenção Coletiva deste ano


Os trabalhadores e as trabalhadoras do setor público e do setor privado aprovaram a proposta construída entre o SEMAPI e o SESCON para a Convenção Coletiva de Trabalho deste ano. A decisão foi tomada em assembleia na sexta-feira (15/09).




O SEMAPI já comunicou a decisão via ofício ao SESCON-RS, que é o sindicato patronal com o qual negociamos. A partir de agora, as empresas e fundações já podem efetuar o reajuste salarial, lembrando que o pagamento dos retroativos deve ser feito até a folha de outubro de 2017 (a ser pago em novembro).



Confira os principais pontos da proposta aprovada:

- Reajuste salarial privado: 4% nos pisos

3,99% para os salários acima dos pisos (100% do INPC/data-base maio)


- Reajuste salarial público: 3,99% (100% do INPC/data-base maio)

*Pagamento retroativo à data-base




- Vale refeição público + privado: 4% retroativo à data-base + 2% em outubro, totalizando 6%

*Retroativos deverão ser pagos na folha de outubro




- Residual público (remanescente da negociação de 2016): a ser negociado até 31/10/2017



     


- Compromisso de voltar a negociar em 31/10 o fracionamento de férias e compensação de jornada, a prevalência do acordo coletivo sobre acordos individuais e o acompanhamento das rescisões pelo SEMAPI (questões que precisam ser acertadas devido à reforma trabalhista). Também serão debatidos: auxílio-creche, dispensa para exame de mama e próstata (setor privado), além de outras demandas – público + privado


- Todas as demais cláusulas sociais serão mantidas até a data-base de 2018 – público + privado















terça-feira, 12 de setembro de 2017

Data-base 2017: Assembleia do setor privado e público ocorre na sexta (15/09)



O Fórum de Representantes de Base (FRB) do SEMAPI decidiu encaminhar a proposta construída junto ao SESCON para avaliação de toda a categoria na próxima sexta-feira (15/09), em assembleia dividida em dois momentos distintos para o setor público e privado. A decisão foi tomada na manhã desta terça-feira (12), em reunião na sede do sindicato dos trabalhadores.

Os trabalhadores e trabalhadoras deverão comparecer no horário da sua categoria, listado abaixo, sendo vedada a votação em outro momento.

Confira a programação:

14h – SETOR PÚBLICO - Salão da Igreja Pompéia (Rua Barros Cassal, 220, POA)
19h – SETOR PRIVADO – Sede do SEMAPI (Rua Lima e Silva, 280, POA)

Conheça a proposta:

- Reajuste salarial privado: 4% nos pisos

3,99% para os salários acima dos pisos (100% do INPC/data-base maio)

- Reajuste salarial público: 3,99% (100% do INPC/data-base maio)

*Pagamento retroativo à data-base


- Vale refeição público + privado: 4% retroativo à data-base + 2% em outubro, totalizando 6%

*Retroativos deverão ser pagos na folha de outubro


- Residual público (remanescente da negociação de 2016): a ser negociado até 31/10/2017



- Compromisso de voltar a negociar em 31/10 o fracionamento de férias e compensação de jornada, a prevalência do acordo coletivo sobre acordos individuais e o acompanhamento das rescisões pelo SEMAPI (questões que precisam ser acertadas devido à reforma trabalhista). Também serão debatidos: auxílio-creche, dispensa para exame de mama e próstata (setor privado), além de outras demandas – público + privado



- Todas as demais cláusulas sociais serão mantidas até a data-base de 2018 – público + privado



segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Data-Base 2017: Fórum de Base deve avaliar proposta

O Fórum de Representantes de Base (FRB) do SEMAPI deve avaliar, nesta terça-feira (12/09) a proposta construída entre SEMAPI e SESCON pela Data-Base deste ano. Os termos foram negociados na tarde de segunda (11/09), para trabalhadores e trabalhadoras do setor privado e também público (Fundações, EGR, UERGS e EMATER).



O sindicato patronal apresentou, primeiramente, uma proposta de parcelamento de reajuste salarial, o que foi rechaçado pelo SEMAPI, que expôs outra alternativa. No fim, SEMAPI e SESCON avançaram e conseguiram chegar num meio termo. Os representantes devem avaliar se a proposta será levada para assembleia dos trabalhadores e trabalhadoras.

O SEMAPI está ciente de que a proposta está abaixo do esperado pela categoria, mas reconhece que se chegou a um limite negocial, em que as duas partes abriram mão de questões para se ter um texto razoável. Nesta terça-feira, iremos informar sobre uma possível assembleia.





Confira os principais pontos da proposta:




- Reajuste salarial privado: 4% nos pisos

3,99% para os salários acima dos pisos (100% do INPC/data-base maio)

- Reajuste salarial público: 3,99% (100% do INPC/data-base maio)

*Pagamento retroativo à data-base


- Vale refeição público + privado: 4% retroativo à data-base + 2% em outubro, totalizando 6%

*Retroativos deverão ser pagos na folha de outubro


- Residual público (remanescente da negociação de 2016): a ser negociado até 31/10/2017



- Compromisso de voltar a negociar em 31/10 o fracionamento de férias e compensação de jornada, a prevalência do acordo coletivo sobre acordos individuais e o acompanhamento das rescisões pelo SEMAPI (questões que precisam ser acertadas devido à reforma trabalhista). Também serão debatidos: auxílio-creche, dispensa para exame de mama e próstata (setor privado), além de outras demandas – público + privado



- Todas as demais cláusulas sociais serão mantidas até a data-base de 2018 – público + privado















sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Data-base 2017: nova reunião entre SEMAPI e Sescon acontece na segunda (11/09)



Na segunda-feira (11/09), às 15h30, o SEMAPI irá se reunir novamente com o Sescon para negociar a data-base dos trabalhadores e trabalhadoras dos setores privado e público. 

A reunião, como de costume, acontecerá na sede do sindicato patronal: Rua Augusto Severo, 168, bairro São João, em Porto Alegre.

Participe! A união faz a luta!