quarta-feira, 16 de abril de 2014

Data-Base 2014: Setor Privado aprova pauta de reivindicações

Por unanimidade, os trabalhadores do Setor Privado aprovaram a pauta de reivindicações que será discutida com o sindicato patronal na próxima Data-Base. A aprovação ocorreu durante Assembleia, realizada na noite desta terça-feira (15), em Porto Alegre.

Entre os pontos apresentados, estão o reajuste salarial com reposição da inflação e ganho real de 5%, aumento dos pisos com o mesmo índice do piso regional e valores de vales-refeição mais próximos dos gastos em restaurantes. Também voltam à discussão o auxílio-creche, a licença-maternidade de 180 dias, o abono assiduidade e cláusulas de proteção ao assédio moral. A pauta será encaminhada para análise do SESCON e do SINDAT. Depois disso, será agendado o início das negociações.











sexta-feira, 11 de abril de 2014

Mobilização do Setor Privado começa na terça-feira (15)

O SEMAPI convida todos os trabalhadores do Setor Privado para Assembleia Geral Extraordinária que será realizada na próxima terça-feira (15), às 19h, na sede do SEMAPI (Rua Lima e Silva, 280 – Porto Alegre). No encontro, será debatida a pauta de reivindicações da categoria para a Data-Base 2014.


Também serão tratadas as formas de mobilização da categoria para que os avanços neste ano sejam ainda maiores. Participe, convide seus colegas e venha definir o que será reivindicado nas negociações deste ano!

terça-feira, 25 de março de 2014

Data-Base 2014: Trabalhadores da EPTC aprovam pauta de reivindicações



Os trabalhadores da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), exceto os agentes de fiscalização, já definiram o que será debatido nas negociações coletivas deste ano. A categoria se reuniu na noite desta segunda-feira (24), na sede do SEMAPI, e decidiu aprovar o conjunto de cláusulas que irá compor a pauta de reivindicações da Data-Base 2014.


Durante o encontro, os servidores puderam conhecer melhor as cláusulas antigas que continuarão sendo negociadas e também ajudaram a determinar as novas. O SEMAPI destacou que a pressão da categoria, acompanhando e participando das mobilizações, é extremamente importante para a conquista de avanços significativos. Agora a pauta será encaminhada à direção da EPTC para que as reuniões de negociação sejam agendadas.

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Data-Base 2013: Assinado Acordo Coletivo da EPTC



Nesta quarta-feira (22), finalmente foi assinado o Acordo Coletivo de Trabalho da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC). Desde maio do ano passado, o SEMAPI vem negociando com a empresa, dentro da Data-Base 2013, buscando avanços para a categoria.

Depois de diversas reuniões de negociação, em meio à forte mobilização dos trabalhadores, e até mesmo mediação judicial, a proposta final encaminhada pela EPTC foi aprovada pela maioria dos presentes em Assembleia realizada no dia 10 de dezembro. Confira neste blog todo o histórico das negociações e aqui o Acordo assinado.

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Data-Base 2013: Assembleia da Serra Gaúcha ocorre dia 15



O SEMAPI convida todos os trabalhadores do Setor Privado da região da Serra Gaúcha para Assembleia Geral Extraordinária a ser realizada no dia 15 de janeiro, às 18h30, na Rua Pinheiro Machado, 1652, no centro de Caxias do Sul. O objetivo do encontro é a apreciação da contraproposta patronal para a Convenção Coletiva de Trabalho 2013.


A Pauta de Reivindicações foi debatida em reunião de negociação realizada entre SEMAPI e o SESCON Serra na manhã da quarta-feira (8), na sede do sindicato patronal. O SEMAPI espera que todos os trabalhadores do Setor Privado da região compareçam para conhecer melhor a proposta e deliberar sobre ela.

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Data-Base 2013: trabalhadores da EPTC ratificam Acordo




Os trabalhadores da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), exceto os agentes de fiscalização, aprovaram a proposta para o Acordo Coletivo de 2013. A decisão foi tomada nesta terça-feira (10), durante Assembleia Geral da categoria.

Na última reunião de mediação entre SEMAPI e EPTC, a desembargadora Rosane Serafini Casa Nova sugeriu uma nova proposta que diminuía a desigualdade de tratamento entre os agentes de fiscalização e os trabalhadores representados pelo Sindicato, que não foi aceita pela empresa. O texto que foi avaliado e aprovado foi o resultante da primeira rodada de mediação judicial, que tem os seguintes destaques:



- Pagamento de 30 vales alimentação/refeição suplementares no dia 10/12/2013, retroativos a junho
- Reajuste de 6,49% sobre os salários                                            
- Reajuste de 9,80% sobre o vale alimentação/refeição
- Reajuste de todas as demais cláusulas econômicas pelo índice de 6,49%
- Ampliação da concessão do vale alimentação/refeição: aumento para 120 dias nos casos de acidente do trabalho e nos casos de auxílio-doença decorrente de doença do trabalho, moléstia grave e doença crônica, bem como possibilidade de opção metade alimentação/metade refeição
- Auxílio-farmácia no valor de R$ 412, até quatro meses ao ano, para medicamentos e produtos ortopédicos/traumatológicos
- Abono Assiduidade: não perderá o direito o empregado nas hipóteses do art. 473 da CLT. O empregado que apresentar abonos de falta por motivo de doença a partir do 4º atestado perderá um dia de abono assiduidade, do 5º dois e assim sucessivamente
- Concessão da segunda folga dupla sem a compensação de carga horária (válida a partir da assinatura do Acordo)
- Criação de Comissão com representação do Sindicato para estudo da viabilidade de implantação de previdência complementar privada
- Contratação de consultoria que realizará a revisão e elaboração de proposta para um plano de carreira para a EPTC e posterior implantação
- Inclusão no acordo do adicional por tempo de serviço (biênio)
- Aumento do auxílio-funeral para R$ 5.180,88



segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Data-Base 2013: EPTC tem novo prazo para proposta e deve pagar diferenças

Na tarde da quinta-feira (14) ocorreu mais uma reunião de mediação entre SEMAPI e a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC). Conforme acordado no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), a empresa tem até o dia 29 de novembro para dar um retorno ao Sindicato e aos trabalhadores sobre a proposta construída no encontro.


A EPTC havia indicado o pagamento de 30 vales alimentação/refeição suplementares retroativos a junho de 2013. O Sindicato considerou que a proposta não atendia decisões anteriores da assembleia dos trabalhadores e ficava bem abaixo do sugerido na última mediação: 10 vales alimentação/refeição mensais a partir de 1º de janeiro de 2014, vigência do Acordo Coletivo de 2 anos, e em maio de 2014, reajuste salarial considerando o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acrescido de 0,25%.

Na audiência, a desembargadora Rosane Serafini Casa Nova ressaltou a importância de tratar de forma igualitária todos os trabalhadores. De acordo com ela, valorizar os servidores repercute diretamente no trabalho na empresa. Foi então sugerido um novo parecer: o pagamento de mais 30 vales alimentação/refeição suplementares até 30/03/2014 ou 15 vales com pagamento em março e mais 15 em maio de 2014. Os representantes da EPTC disseram que consultarão novamente a Prefeitura.



 Além disso, ficou acertado: a vigência do Acordo Coletivo de um ano, a renovação na integralidade do Acordo anterior com adaptações, melhorias e novas cláusulas acordadas em 2013. Também ficou determinado, independente da data de assinatura do Acordo: o pagamento atualizado dos salários (reajuste de 6,49%), dos vales alimentação (reajuste de 9,80%) e de todas as cláusulas com repercussão financeira (reajuste de 6,49%) na folha de novembro, além do pagamento dos retroativos com valores atualizados até 10 de dezembro, quando também devem ser pagos os 30 vales suplementares já propostos pela empresa.

O SEMAPI destacou na reunião que espera que a empresa confirme a aceitação da proposta, diminuindo a diferença de tratamento em comparação com os agentes de trânsito, que receberam um adicional de risco de vida de 5%.